Para que serve um microinversor?

O microinversor oferece as mesmas funções que o inversor solar tradicional, mas entrega muito mais eficiência e segurança. Ambos tem a função de transformar a energia elétrica dos painéis solares de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA), além de conectar o sistema com a rede elétrica.

Os microinversores nasceram na década de 90 e são de certa forma, uma novidade no mercado fotovoltaico, e cada vez mais utilizado pelos profissionais do setor. Nos Estados Unidos mais de 40% dos sistemas já utilizam os microinversores.

Na figura abaixo, você tem o exemplo de um sistema montado com um inversor tradicional. Sombras ou qualquer outro fator que impeça a geração em sua plenitude em apenas 1 (um) painel, afeta as demais placas solares, reduzindo assim drasticamente a geração de energia de todo sistema fotovoltaico:

Já utilizando os Microinversores, as saídas de energia são completamente independentes umas das outras, assim, a sombra afeta apenas a produção de energia de um painel, sem impactar os outros. Veja abaixo:

Quais são as vantagens de se utilizar o microinversor?

Enquanto o Inversor tradicional tem a tensão muito alta por sustentar todo o sistema, o microinversor por sua vez é ligado em partes, assim não tem sobre carregamento, entregando mais segurança para todo sistema.

Monitoramento e falhas

Um sistema que utiliza microinversores tem a possibilidade de monitorar individualmente o desempenho de cada placa solar. E em caso de falha em algum microinversor, apenas um painel solar é afetado, o restante do sistema continua funcionando normalmente.

Já em um inversor tradicional, em caso de falha, todo o sistema fotovoltaico para de funcionar até a manutenção ser feita.

Modularidade

Um sistema que utiliza microinversores dá a possibilidade de fazer upgrades futuros no sistema, adicionando painéis solares conforme necessidade. Com os inversores tradicionais não seria possível essa adição de painéis, já que eles possuem uma limitação para fazer este upgrade.

Orientação dos Painéis Solares

Quando os painéis são conectados em série, todos precisam ser instalados com a mesma orientação para produzirem a tensão correta e, ao mesmo tempo, para que o inversor funcione corretamente. Quando você tem um inversor com 2 entradas independentes, você pode ter duas séries de painel solar conectadas em cada entrada e, dessa forma, essas séries podem ter os painéis virados para duas direções. Quando você usa microinversores, é possível ter painéis com orientações diversas sem que um painel afete a produção de energia do outro.

Quando escolher os microinversores?

  • Muita sombra no telhado ou área da instalação do sistema;
  • Precisar usar os painéis em diferentes orientações;
  • Sistema menores que 1.5 kWp;
  • Pretender expandir o tamanho do sistema futuramente;
  • Mais segurança.

>> Inversor Tradicional vs. Microinversor

Inversor Tradicional

  1. Possui alta tensão em corrente contínua no arranjo e durante todo o trajeto até o inversor;
  2. Vida útil de 10/15 anos, sendo que todo sistema tem durabilidade de 25 anos;
  3. Requer uma área ventilada, de fácil acesso e livre circulação de pessoas;
  4. Necessita de manutenção constante;
  5. Impossibilita o monitoramento individualizado de cada painel;
  6. Emite calor e fortes ruídos.

Microinversor

  1. Possui operação independente de cada painel;
  2. Monitoramento de desempenho individual;
  3. É capaz de produzir até 30% a mais de energia em relação ao inversor normal;
  4. Dura 25 anos.

Nós da Araci Solar, somos a empresa de São Paulo que mais instala e comercializa microinversores, com know-how na instalação, homologação e monitoramento desta tecnologia. Entre em contato conosco.

Conheça os benefícios da energia solar
Conheça os projetos da Araci Solar
Produtos e Soluções da araci solar
tire dúvidas, faça seu orçamento